Como selecionar o melhor PLANO DE PREVIDÊNCIA PRIVADA para sua APOSENTADORIA?

2018-05-21T15:34:17+00:00 21/05/2018|Investir Direito|

PREVIDÊNCIA PRIVADA: saiba ESCOLHER a melhor aplicação para sua PROSPERIDADE NA MATURIDADE!

Solidez. Sendo a previdência privada normalmente um projeto de longo prazo, a escolha da instituição que irá administrar seus recursos através de um ou mais planos deve ser feita com muito critério. Verifique se a seguradora ou entidade em questão tem um HISTÓRICO de boa atuação no mercado, pesquise no Procon e em sites de reclamações online. Acompanhe também a RENTABILIDADE dos últimos 12, 24, 36 e até 60 meses dos planos específicos nos quais você pretende fazer seus aportes.

Pesquise. Ainda que resultados passados não sejam garantia de ganhos futuros, com o histórico de rentabilidade você terá parâmetros de COMPARAÇÃO entre os planos candidatos e produtos semelhantes de instituições concorrentes. Por isso, em se tratando de planos abertos, convém investigar pelo menos TRÊS DIFERENTES entidades antes de fechar com uma delas. Se for um plano fechado, da organização ou empresa na qual trabalha, será necessário conhecê-lo em DETALHES, para fazer uma escolha consciente. Não tenha vergonha de ligar, perguntar, fazer uma ou mais visitas ao instituto de previdência da sua empresa, se for o caso. Não feche nada enquanto não estiver totalmente SEGURO do negócio que este fazendo com seu dinheiro. Lembre-se: este será um “casamento” longo, que deverá fazê-lo feliz até o final desta vida… então capriche na fase do “namoro”!

Escolha. Uma importante seleção de caminho que se terá de fazer é a escolha entre uma entidade aberta de previdência privada, e uma entidade fechada, pois trata-se de meios distintos para fins idênticos!

Previdência Privada Aberta. Os PLANOS ABERTOS são oferecidos por bancos e seguradoras, e podem ser adquiridos por qualquer pessoa física ou jurídica no varejo. São produtos comerciais do mercado financeiro, e portanto têm fim lucrativo. O órgão do governo que fiscaliza e dita as regras dos planos das chamadas EAPC | Entidades Abertas de Previdência Complementar é a SUSEP | Superintendência de Seguros Privados, ligada ao Ministério da Fazenda. É também a SUSEP que regulamenta toda a indústria de seguros no país, e isso faz sentido, porque os planos de previdência têm uma característica muito forte de produto de SEGURIDADE. Tanto que, pode reparar: a empresa responsável por seu plano não é exatamente o “Banco Tal-e-Tal”, mas a seguradora “Tal-e-Tal Vida e Previdência”.

Previdência Privada Fechada. Os PLANOS FECHADOS são oferecidos pelos fundos de pensão, e são planos criados por empresas, públicas ou privadas, voltados apenas para seus funcionários, só podendo ser contratados por quem é colaborador da organização. São planos de natureza assistencial, e não visam lucros: todos os recursos aplicados e os rendimentos obtidos são revertidos para o próprio fundo e seus participantes. A PREVIC | Superintendência Nacional de Previdência Complementar é a autarquia vinculada ao Ministério da Previdência Social que fiscaliza as atividades das chamadas EFPC | Entidades Fechadas de Previdência Complementar. Se a sua empresa tem um plano desses, você deve conhecê-lo direito antes de procurar um plano aberto!

Quer boas ideias, técnicas e ferramentas para INVESTIR EM PREVIDÊNCIA PRIVADA e dar A VIRADA NA VIDA FINANCEIRA? Fique tranquilo: eu e os melhores EDUCADORES PRÓSPEROS® deste país jamais vamos deixar isso tudo lhe faltar! Vem com a gente… e VAMOS PROSPERAR!

Prof. Marcos Silvestre | Mentor de Coaching Money® do PROFE®

PODCAST

Gostou deste CONTEÚDO sobre DINHEIRO & NEGÓCIOS? Dê SUA OPINIÃO aí nos comentários!