E quando é necessário contar com DINHEIRO EMPRESTADO: qualquer DÍVIDA gera o mesmo BENEFÍCIO?

2018-05-03T12:21:28+00:00 03/05/2018|Controlar os Gastos|

Se tem mesmo de fazer NOVA DÍVIDA, prefira o CRÉDITO QUALIFICADO: CONSIGNADO e COOPERATIVO!

Dívida próspera? Sim, há ocasiões em que uma dívida pode ser boa para sua vida financeira, desde que não seja um “creditozinho qualquer”, contratado de forma emergencial para socorrer um rombo imprevisto no orçamento. A dívida é especialmente boa quando se trata de um CRÉDITO QUALIFICADO, como veremos a seguir.

Escalar sonhos. Agora… pensa em uma CORDA. Uma boa corda é, por exemplo, uma ferramenta indispensável para qualquer alpinista de sucesso. As maiores montanhas do mundo só puderam ser escaladas e conquistadas por esportistas que contavam com a ajuda de uma boa corda. É lógico que, nesses casos, era gente que sabia muito bem como ESCOLHER E UTILIZAR a tal da corda, para que ela pudesse mesmo ajudar a galgar os cumes dos mais altos montes. O crédito pessoal, se for qualificado, pode também funcionar como uma corda.

Corda para quê? Dependendo da atual situação em sua vida financeira, talvez você não esteja hoje sequer enxergando montanha alguma. Pelas circunstâncias do destino, talvez você se encontre hoje enfiado em um BURACO FINANCEIRO tão fundo que mal dê para enxergar um tiquinho de céu. Tudo bem: também nesse caso uma “boa corda” poderá lhe ser útil para sair desse buraco. Depois, chegando lá no alto, já fora do buraco das dívidas, você começará a escalar as montanhas dos seus principais SONHOS de compra e consumo.

Mesmo princípio. Crédito pessoal é bom. Bem utilizado, ele pode lhe ajudar a sair do buraco, livrando-o de dívidas mais preocupantes e dando-lhe maior liberdade no relacionamento com o dinheiro. O crédito pessoal BEM PLANEJADO também pode ajudá-lo a “escalar importantes montanhas” em sua vida financeira, para viabilizar a conquista de bens e fazer seu patrimônio crescer, reforçando seu caminho rumo à PROSPERIDADE.

Vantagens. Entre as várias opções de crédito pessoal disponíveis no país, o crédito COOPERATIVO e o crédito CONSIGNADO despontam como as mais adequadas “cordas” para o pequeno tomador de empréstimos no Brasil. São muito ACESSÍVEIS e seu princípio de funcionamento é bastante DESCOMPLICADO: você toma uma determinada grana em mãos (à vista), livre para usá-la como bem entender, e divide o pagamento em certo número de parcelas prefixadas, normalmente corrigidas por uma taxa próxima (até mesmo abaixo) de 2% ao mês. A partir daí, as parcelas mensais têm data certa para serem descontadas diretamente do seu salário, o que dá uma boa garantia de recebimento para o credor (a cooperativa ou o banco), possibilitando à instituição financeira ou sociedade cooperativa praticar juros/encargos bem mais razoáveis para o devedor. No final das contas, acaba sendo BOM NEGÓCIO para todas as partes envolvidas… principalmente para o SEU BOLSO!

Quer boas ideias, técnicas e ferramentas para dar A VIRADA NA VIDA FINANCEIRA e CONTRATAR BONS SERVIÇOS FINANCEIROS? Fique tranquilo: eu e os melhores EDUCADORES PRÓSPEROS® deste país jamais vamos deixar isso tudo lhe faltar! Vem com a gente… e VAMOS PROSPERAR!

Prof. Marcos Silvestre | Mentor de Coaching Money® do PROFE®

PODCAST

Gostou deste CONTEÚDO sobre DINHEIRO & NEGÓCIOS? Dê SUA OPINIÃO aí nos comentários!